(31) 3075-3331 / (31) 9902-2877contato@odespertardaautocura.com.br

Fisioterapia Manual e Leitura Corporal

Home / Fisioterapia Manual e Leitura Corporal

FISIOTERAPIA E LEITURA CORPORAL

O conhecimento da Fisioterapia conciliado com a sabedoria da Leitura Corporal me oferece recursos para elaborar uma terapêutica que leva em consideração as diversas inteligências do indivíduo.

Na visão da Leitura Corporal, os sinais e os sintomas têm a função de conscientizar o paciente para que algo seja desperto; alguma ciência do indivíduo desponte; alguma habilidade seja descoberta e desenvolvida ou algum valor ou conceito seja alterado. Por esse motivo, a terapêutica desse trabalho não busca eliminar ou erradicar a sintomatologia presente, dado que por meio dela amplia-se a percepção do paciente.

A história do paciente, os sintomas descritos e a avaliação biomecânica são as bases para a identificação dos aspectos psíquicos e a definição de áreas que serão trabalhadas, para possibilitar a conscientização dos padrões que, apesar de praticados, são definidos como “vencidos” pela sua alma. Assim que um novo jeito se instala, já não há mais a necessidade da manifestação do quadro álgico (quadro de dor).

Cada área do corpo é um portal de acesso para as várias consciências do indivíduo. As técnicas manuais possibilitam a prática de toques intencionados, a leitura da mensagem sinalizada por cada tecido do corpo, mobilizações pontuais e o reconhecimento de áreas do corpo correspondentes, as quais acolherão os limites de dor e a apreensão do paciente.  

Aqui não há espaço para viver uma dor física a fim de substituir uma dor psíquica. As dores físicas (corpo consciente–biológico) são referencias de aspectos que clamam para a liberação de condições e conceitos, viabilizando o retorno da autenticidade da pessoa.

As leituras dos sinais e dos sintomas, assim como das imagens que estão no campo do paciente, são realizadas apenas com a autorização dele e com a sua receptividade, o que favorece o desenvolvimento da consciência do “para que” de todo o quadro diagnosticado.

Além do trabalho realizado dentro dos atendimentos, são sugeridas algumas práticas e recursos promotores (florais, princípios ativos alimentares e homeopatia).  

A intenção é estimular a apropriação do corpo e do direito de escolha para a construção da própria história.